segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

É o poder! Vasco goleia para a história: 6 a 0

O Cruzmaltino bateu o Botafogo numa noite histórica no Engenhão. Num dia em que tudo deu certo para o Cruzmaltino e tudo errado para o Alvinegro, que estreiava seu novo uniforme e sua principal aposta para 2010: "El Loco" Abreu.

E tudo isso começou quando Dodô, após perder a bola e ser vaiado pela torcida botafoguense, decidiu voltar e recuperar a pelota, chutando-a para o fundo das redes adversárias segundos depois. É o poder!

O Vasco dominava o jogo sem menores problemas quando Eduardo, numa atitude juvenil, chegou forte em Souza e foi expulso, corretamente. Aí mesmo que o jogo virou a nosso favor. Carlos Alberto, pela direita, cruzou para Dodô, oportunista, anotar seu segundo tento na pelada. É o poder!

O jogo continuava sendo nosso, contra-ataques perfeitos e toque de bola sutil, fácil, como tem que ser. Mas o Botafogo insistia em tentar incomodar. E conseguiu, mas só uma vez, com Herrera, num chute forte de fora da área. Logo depois, falta para o time de General Severiano. Lucio Flavio, mais apagado do que não sei o que, bateu mal, a bola sobrou para o ex-vascaíno Marcelo Cordeiro, que deu mole e perdeu para Márcio Careca, que tocou para Souza e viu o garoto da colina meter a bola nos pés de Dodô para que ele marcasse o terceiro dele e o terceiro do Vasco, após ótima encobrida no goleiro Jéfferson. É o poder!

O jogo era nosso, indiscutivelmente. Estevam Soares, na volta do intervalo, mandou, em linhas tortas, que o time apenas não sofresse mais gols. Mas o Vasco estava inspirado e foi para cima sem maiores problemas.

Numa falta, Léo Gago esculachou Jéfferson, que só viu a pelota quando esta já afagava as redes de sua meta defendida.

Em dois lances lindos, Coutinho fez os seus primeiros gols como profissional de futebol, o segundo, lindo demais.

Seis a zero, fora o baile, e a torcida vascaína pedindo 'sete de novo' no Botafogo. Não deu, mas 6... tá bom demais!

Próximo jogo com desfalques e alguns jogadores poupados deverá dar chances aos atacantes.

Prass; Granja, Fernando, Titi e Careca; Nilton, Souza, Léo Gago e Magno; Coutinho e Rafael Coelho.

Com direito a Robinho e Pimpão no banco, além de Maranhão, claro.

Quinta-feira, às 19h30, no Caldeirão!

Saudações Vascaínas!

Um comentário:

  1. O VASCO DA GAMA, NAO GANHAR DO ATE MORRER DE FOME DE AGUA'

    ResponderExcluir