sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

ESPECIAL: VALDIR 'BIGODE': CERTEZA DE GOLS

Valdir de Moraes Filho, mais conhecido como Valdir Bigode, é um dos ídolos cruzmaltinos nas últimas décadas. Com o seu tradicional bigode, marcou o coração dos vascaínos pelo Brasil a fora ao se tornar Tetracampeão Carioca pelo Vasco, inclusive, participando do inédito Tricampeonato Estadual em 92, 93 e 94. O jogador, que começou no Vasco, costuma dizer que São Januário é a sua casa e que se sente muito bem na Colina. Ganhou a admiração da torcida e o reconhecimento com o tempo.

O COMEÇO

O Bigode chegou no Vasco em 1989, com apenas 17 anos, quando começou a se destacar no juvenil do cruzmaltino. Logo na sua chegada mostrou que poderia se tornar um ídolo de um dos maiores clubes de futebol do mundo ao ser campeão da então Taça São Paulo de Futebol Junior, além de se consagrar o artilheiro da competição e ser considerado o melhor jogador.

O destino de Valdir já estava traçado após essa conquista. Ainda em 1992 foi lançado aos profissionais ao lado do ídolo Roberto Dinamite e do também promissor Edmundo, onde foi campeão estadual invicto pelo Vasco.

No ano seguinte, em 1993, tornou-se Bicampeão Estadual e foi o artilheiro do campeonato com 19 gols, jogando como segundo atacante e fazendo uso de sua velocidade e forte finalização.

Em 1994, Valdir eternizou o seu nome na história do Vasco ao conquistar o Tricampeonato Estadual, fazendo parceria com Jardel e Dener, que viria a falecer antes mesmo de ver o Vasco campeão. Surgia um novo ídolo na Colina.


CARREIRA

1995-1996 - Valdir Bigode saiu do Vasco negociado com o São Paulo onde, apesar de ter se tornado artilheiro do Paulista de 1996, não conseguiu se firmar.

1997 - O time paulista negociou o atacante por empréstimo com o Benfica, onde, também, não conseguiu se firmar alegando a não adaptação ao futebol europeu. Parecia saber que o seu lugar era com a cruz de malta no peito.


1997-1999 – Voltando de empréstimo do Benfica, o atacante foi negociado com o Atlético-MG, onde conseguiu marcar muitos gols e marcou sua passagem com a parceria com Marques.

1999 – Apesar de ter se dado bem no Galo, Valdir Bigode foi para o Botafogo onde passou apagado, sem brilho.

2000-2001 – Com uma passagem pelo estelar time do Santos em 2000, onde não se firmou, Valdir se viu obrigado a voltar para onde teria jogado um bom futebol, o Atlético-MG, com a vontade de resgatar seu prestígio.


2002 – Em 2002, o artilheiro do bigode voltou à sua casa, São Januário, com status de ídolo e provou-o, marcando duas vezes logo na estreia, contra a Portuguesa, em São Januário: 2 a 0.

2003 – Em 2003, Valdir se consagrava Tetracampeão Estadual pelo Vasco. Junto com Marcelinho Carioca, Léo Lima e companhia, levara o Gigante ao êxito maior do futebol do estado do Rio de Janeiro.






2004 – Valdir Bigode começou 2004 com o pé direito, se sagrando, pela segunda vez, o artilheiro do Estadual com 14 gols. Neste mesmo ano, Valdir sairia do Vasco rumo aos Emirados Árabes Unidos. A despedida do jogador foi na derrota para o São Caetano em São Januário. A saída foi marcada pelo desgaste com o então técnico do Vasco Geninho. Na coletiva de despedida, Valdir Bigode não conteve a emoção e chorou em público, demonstrando seu amor pelo Time da Colina.


Desde então, entre propostas e projetos, Valdir não parou e nem está jogando. Está parcialmente aposentado.

CURIOSIDADES

O bigode

Perguntado sobre o tradicional bigode, Valdir responde:

- É pessoal mesmo, sempre gostei, não foi com o objetivo de marketing. Enquanto eu me sentir bem com ele vou deixando

Artilharias

Em 2004 Valdir foi o maior artilheiro do Vasco no ano. Na ocasião, o clube terminou o ano com 100 gols sendo 23 do artilheiro do bigode marcados em 46 jogos.

Valdir (1993/2004) é o 3° maior artilheiro do Vasco em Estaduais, junto com Russinho (1929/1931) e a Ademir Menezes (1949/1950), ficando atrás apenas de Roberto Dinamite (1978/1981/1985) e Romário (1986/1987/2000), ambos com 3 artilharias.

Valdir é também o último artilheiro apresentado pelo Vasco. Nenhum jogador revelado após 1992, conseguiu a artilharia Estadual com a camisa do clube.


Bandeirão

Em 2008, Valdir Bigode foi homenageado pela torcida Guerreiros do Almirante com um bandeirão estampando seu rosto e com seu nome logo abaixo. A bandeira é presença certa nos jogos do Vasco em São Januário.

Valdir fala sobre a homenagem:

- Fiquei muito feliz e emocionado. Por isso, resolvi tirar uma foto para mandar fazer um quadro e colocar lá em casa.


No primeiro jogo, o primeiro gol

Logo no primeiro jogo com a camisa do Cruzmaltino, Valdir já anotou seu primeiro gol, no dia 01/05/1992, contra o Dom Bosco-MT, quando o Vasco vencera por 3 a 0.

Chuteira

Valdir usou a chuteira de n° 40 durante toda a sua carreira. A diferença das marcas das chuteiras pode definir a diferença na numeração, mas para Valdir, a número 40 ‘sempre servia’.

Fluminense

O principal rival de Valdir Bigode era o Fluminense. De 135 gols marcados com a camisa cruzmaltina, 15 foram em cima do rival das Laranjeiras.



ESTATÍSTICA

Valdir disputou 267 jogos com a camisa do Vasco, marcando 135 gols obtendo uma média aproximada de 0,5 gol por jogo. Das 267 partidas, foram 138 vitórias, 66 empates e 63 derrotas.

FICHA TÉCNICA

Nome: Valdir de Moraes Filho
Nascimento: 15/03/1972
Local: Rio de Janeiro (RJ)
Altura: 1,80 m
Peso: 79 kg

Clubes:
1992 a 1996 - VASCO
1996 a 1997 - São Paulo
1997 - Benfica-POR
1997 a 1999 - Atlético-MG
1999 - Botafogo-RJ
2000 - Atlético-MG
2000 - Santos-SP
2001 - Atlético-MG
2002 a 2004 - VASCO
2004 - Al Nars-EAU

Títulos:
1992 - Copa São Paulo Júnior - VASCO
1992 - Campeonato Carioca - VASCO
1993 - Campeonato Carioca - VASCO
1994 - Campeonato Carioca - VASCO
1997 - Copa Conmebol - Atlético
2003 - Campeonato Carioca – VASCO

Esta homenagem, por mais que não seja lida por ninguém, foi feita com muito carinho para um dos ídolos do futebol do Club de Regatas Vasco da Gama.


“O Vasco é um clube completamente diferente para mim. O Vasco me acolheu, me vestiu, me deu alimentação, me pagou. Ali é a minha casa e quando eu voltar daqui a 20 anos, vai continuar sendo a minha casa. Tudo que eu passei lá dentro foi muito bom, muito importante.”

“Sou um vascaíno, sempre fui e sempre serei. Nas vitórias e nas derrotas. Nos momentos bons e ruins. Tenho amor e carinho pelo clube... É como um amor de pai e filho, marido e mulher. Nunca termina. Você pode ficar longe, mas ainda sente. Sou profissional do futebol, mas tenho um carinho muito grande pelo Vasco. E sempre senti que o torcedor gosta muito de mim.

Salve Valdir Bigode!

Saudações Vascaínas!

23 comentários:

  1. Parabéns Valdir pela excelente carreira. Continue assim com ess simplicidade e humildade.

    Abraços.

    Jefferson Gonçalves dos Santos.
    Pinhais / Paraná

    ResponderExcluir
  2. Valeu pelo comentário, Jefferson!

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  3. Valdir, minhas saudaçoes a vc meu camarada, com essas palavras nós encoraja mais ainda, a nunca deixar o vascão...nossa paixão
    OBRIGADO POR TUDO PELO VASCÃO

    CORDIAL ABRAÇO AO SUPER soumaisvascodagama

    Ass:alisonvasco

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Salve salve Valdir Bigode!!! Grandes lembranças! Talvez o último herói Cruzmaltino! Eu estava no Maracanã na final de 1994 contra o Fluminense... Bons tempos!

    ResponderExcluir
  6. grande jogador vai deixar saudades.
    a pesar de novo ainda bem que poderia tentar
    mas uns 2 anos...
    esse sim ,nao tinha medo de jogar contra o flamengo...
    obrigado valdir por me dá muitas alegrias pelo vascão.

    ResponderExcluir
  7. Grande Valdir Bigode!
    Parabéns pela homenagem.

    ResponderExcluir
  8. POXA ESSE KARA FOI DE+, FICOU MARCADO NO MEU VASCAO E UM MATADOR, POIS Q SAUDADE DE VALDIR ETERNO HOMEM GOOOLLLLLLLLLL

    ResponderExcluir
  9. hoje valdir com seu sítio em campo grande, deixa muitos vascainos com etrnas saudades em campo com seus belos e implacaveis gols.
    parabens Valdir bigode, só falta se converter ao senhor Jesus cristo. Deus o abençoe.

    ResponderExcluir
  10. VALEU VALDIR ME LEMBRO QUANDO ERA PEQUENO CAMPEONATO BRASILEIRO ACHO QUE 1994 O FLAMENGO GANHAVA O JOGO DE 1X0 GOL DE GERSON QUANDO VC EMPATOU AOS 45 DO SEGUNDO TEMPO E EXPLODIU A TORCIDA DO VASCÃO DE ALEGRIA, VALEU VALDIR!! DEUS ABENÇÕES A TODOS!"! A PAZ DE DEUS!! BETO SG

    ResponderExcluir
  11. Alex - São Paulo-SP11 de março de 2010 10:18

    Homenagem merecida, à um jogador que teve uma carreira brilhante. E hoje atuando como técnico do Campo Grande, espero que tenha muito brilho, assim como teve sendo jogador.

    ResponderExcluir
  12. POW....PELO MENOS O PSICOLOGICO DELE ERA BEM PREPARADO QUANDO JOGAVA CONTRA O FLAMENGO...ELE ERA FODA MESMO(MATADOR)
    VOLTA PRO VASCO VALDIR AINDA DÁ PRA JOGAR + 2 ANOS...RS , ELE ME FEZ CHORAR DE EMOÇAO.

    ResponderExcluir
  13. Esse adorava o Fuminen"c"...era gol certo...kkk..

    ResponderExcluir
  14. valdirrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr te amo

    ResponderExcluir
  15. eu moro na rua desembargado anicto correa na casa 183 sou teu fa numero 1ª raphael silva correa

    ResponderExcluir
  16. PARABÉNS PELA EXCELENTE HOMENAGEM FEITA PARA O GRANDE VALDIR BIGODE... O VALDIR CONQUISTOU A NAÇÃO VASCAÍNA COM MUITA SIMPLICIDADE, TÍTULOS E GOLS.

    ResponderExcluir
  17. MUITO BEM FEITA ESSA HOMENAGEM!!! PARABENS PRA ESSE EXCELENTE jogador, e sua nova empreitada nos gramados, técnico Valdir, parabéns e sucesso! júnior parafusal!

    ResponderExcluir
  18. OBRIGADO VALDIR BIGODINHO!!!

    ResponderExcluir
  19. parabens pela homenagem,esse aí foi o cara,nao esquecerei nunca do golaço contra o santos em plena vila belmiro. admiro muito esse craque,que me deu muitas alegrias e que quando estava em campo era sinonimo de gol.deus te abençoe sempre valdir.

    ResponderExcluir
  20. a torcida do spfc tambem o concidera d+ valeu bigode uma pena q no sao paulo na sua epoca so vc jogava

    ResponderExcluir
  21. Nas minhas contas, o Valdir é o 10º maior artilheiro do Vasco de todos os tempos...alguém confere por favor !

    ResponderExcluir
  22. Muita saudade Valdir fazia gol contra flamengo ou fluminense deixa torcida vasco fica feliz e alegria saudade valeu Valdir bigode

    ResponderExcluir
  23. Craque de bola! Era veloz como um leopardo.

    Lembro bem.

    ResponderExcluir